Junho 28, 2017

O Design Gráfico na visão de Paula Scher

O Design Gráfico na visão de Paula Scher

Com a promessa de revelar um *insight *sobre as mentes e os processos criativos de grandes profissionais de criação, a Netflix lançou em fevereiro desse ano o documentário “Abstract: The Art of Design”. Dividido em 9 episódios, a série aborda o perfil pessoal e criativo de diferentes personagens, de forma didática e simples.

Aqui na Mercurio somos todos viciados em Netflix, por isso resolvemos comentar com vocês alguns dos pontos principais da série, e porque é importante que todos deem uma conferida.

Cada um dos episódios tem um profissional de uma área diferente. Para começar a nossa série de posts sobre a série, escolhemos o episódio que conta um pouco de um dos principais ativos da empresa: o design gráfico.

A personalidade escolhida para representar o design gráfico é a designer Paula Scher. Com uma carreira consolidada e trabalhos de grande porte, como o redesenho dos logos do Citibank e do Windows, da Microsoft, Paula fala um pouco sobre como foi o começo da sua carreira, sua rotina atual como designer de uma grande agência, sua vida pessoal e alguns dos seus principais trabalhos.

O documentário se esforça bastante em mostrar para o público em geral quem é Paula Scher e porque ela é um dos maiores nomes do Design Gráfico atual. Com sua linguagem abrangente, o episódio ajuda a esclarecer o funcionamento do processo criativo de logos, desde os primeiros rascunhos, até uma animada demonstração de como deve ser a apresentação de um trabalho para os clientes.

Apaixonada por tipografia, Paula começou sua carreira no mundo da música, criando propagandas e capas de discos, primeiramente na CBS Records, e posteriormente na Atlantic Records.

Para muitos profissionais, é possível que o episódio seja curto e superficial. Existe um foco muito grande na vida pessoal de Paula, e sua própria visão do design gráfico. Ainda assim, é interessante observar a forma de trabalhar de Paula, principalmente sua interação com os clientes.

Quem conhece Paula Scher, sabe que o grande trunfo de sua carreira de sucesso é a sua capacidade de persuasão.

O documentário mostra alguns trabalhos sensacionais da designer, mas nunca chega a explicar como ela conseguiu tal feito. Quem conhece Paula Scher, sabe que o grande trunfo de sua carreira de sucesso é a sua capacidade de persuasão. O episódio mostra o poder de convencimento de Paula, e ela mesma explica a importância de se obter a aprovação do cliente de primeira.

São esses pequenos insights que mostram que a Netflix mais uma vez acertou em suas produções originais. Embora por seu formato “Abstract” não seja revolucionário entre outros filmes documentais, é a capacidade de atrair e entreter um público leigo, que nunca ouviu falar de Paula Scher, ao mesmo tempo que traz insights importantes para profissionais com anos de carreira, que mostra o verdadeiro valor da obra.

Fica a dica para os profissionais da área, bem como aos curiosos, conhecer mais uma produção Netflix. Vocês não vão se arrepender.