Março 5, 2018

As mudanças no algoritmo do Facebook em 2018

Várias semanas já se passaram desde que Mark Zuckerberg anunciou que o Facebook mudaria o seu algoritmo, em 11 de janeiro. As novas configurações passaram a favorecer posts de amigos, familiares e grupos, diminuindo o alcance de posts de marca. Mas afinal, como ficou a situação para as empresas?

Segundo o tio Mark, os usuários da rede social veriam “menos conteúdo de empresas, marcas e mídia, encorajando interações importantes entre as pessoas.”

“É nossa responsabilidade garantir que nossos serviços não sejam apenas divertidos de se usar, mas também bons para o bem-estar das pessoas”, afirmou o criador do Facebook.

O discurso de Zuckerberg busca justificar as mudanças no algoritmo, ao mesmo tempo que admite que empresas e marcas terão que trabalhar ainda mais duro para conseguir a atenção de seus clientes.

As mudanças ainda estão se desenrolando nos últimos meses, e as empresas já começam a verificar uma diminuição significativa do alcance orgânico. Estimativas indicam que os usuários também passam menos tempo no Facebook. Na prática, todos devem esperar ver mais fotos da festa de aniversário da sua sobrinha e menos testes do Buzzfeed.

Mas afinal, como a minha empresa pode manter seu alcance e engajamento?

Apesar da mudança já ter ocorrido há algumas semanas, poucas empresas entendem qual impacto no seu feed de notícias, mas o discurso do Zuckerberg, bem como alguns relatos interessantes de usuários, já dão indícios de como manter seus posts em alta, em “experiências relevantes”.

Não mude suas estratégias de uma vez

Cada nova mudança de algoritmo no Facebook leva os empresários, e os analistas de mídias sociais à loucura. Isso não significa que você deve jogar todo o trabalho de planejamento do ano no lixo, e começar do zero.

As regras continuam válidas: imagens com pouco texto, vídeos, vídeos ao vivo e enquetes produzidas com qualidade ainda serão relevantes. Os vídeos ganharam um aumento significativo nos últimos anos, e estão consolidados como formato preferido de publicação do Facebook. Os Live Vídeos são particularmente importantes, e você deveria começar a pensar em uma forma de inseri-los na sua estratégia, mesmo que inicialmente só tenha dois usuários assistindo.

Invista mais, ou comece a investir

Como eu deixei bem claro nesse vídeo, não adianta esperar que o Facebook magicamente faça sua audiência ver seus posts. Você precisa começar a separar uma verba de investimento, ou aumentar o valor dessa verba. Você pode experimentar com diferentes valores, em diferentes formatos de anúncios, e planejar a sua estratégia a partir daí.

Não tenha medo de parecer pidão

Grande parte dos usuários da rede social não entendem completamente as funcionalidades disponíveis, ou como acessá-las. Você não precisa ter vergonha de chegar e convidar seus seguidores a marcarem suas páginas favoritas como “Vistas Primeiro”, nas configurações do feed. Essa função foi completamente intocada com a mudança do algoritmo. Além de garantir que seus seguidores mais fiéis não percam mais nenhum conteúdo seu, você ensina usuários mais inexperientes a fazerem o mesmo com outras páginas de interesse.

Isso tudo é bem legal, mas o que eu REALMENTE tenho que fazer?

No fim, a nova atualização do Facebook se resume a: comentários, comentários e mais comentários.

É bem simples, na verdade. O engajamento agora se tornou mais relevante do que nunca. Empresas com posts interessantes, que geram diversos comentários provavelmente não verão muita diferença com a mudança. Pontos bônus para posts que geram comentários mesmo quando compartilhado por usuários.

Conteúdo é a palavra de lei

Marqueteiros estão cansados de falar para seus clientes sobre como mídias sociais são ferramentas úteis para marketing de conteúdo e de relacionamento, mas agora eles devem ser ainda mais incisivos no seu discurso.

Reflita um instante sobre o que gera mais comentários de uma pessoa. Uma imagem estática com um produto, ou um vídeo engraçado?

Isso não significa que as empresas devam deixar sua identidade própria de lado e começar a publicar piadas por todo lado. Sempre que ficar em dúvida, não se esqueça de ler esse artigo da revista Exame. O ideal é postar conteúdo que inspire as pessoas, ou que elas se identifiquem. O Buzzfeed se tornou a maior publisher da internet, e não deixa de publicar conteúdos sérios e jornalísticos.

Pense em conteúdos que possam engajar seus seguidores. Perguntas, assuntos em alta no momento, etc. Não precisa ser muita coisa, um simples comentário de um usuário marcando seus amigos já ajuda muito na visibilidade da sua página.

Fuja do bait

Existe uma linha muito tênue entre posts interessantes e spam. Quem nunca viu a sua página favorita postar coisas toscas do tipo: “Quem concorda comenta! Quem não concorda, curte”. É tentador tentar engajar os usuários de forma mais direta, mas o Facebook já vem penalizando essas publicações há meses, e o novo algoritmo não mudará isso.

Grupos, grupos para todo lado

É raro ver um usuário do Facebook que não participe de nenhum grupo. Sejam grupos de humor, como os infames South America Memes, ou Lana Del Rey Vevo, quanto grupos de venda e troca da sua cidade, todo mundo está em pelo menos um.

Os grupos são a ferramenta perfeita para trabalhar com o novo algoritmo, uma vez que eles funcionam totalmente com engajamento. Converse com sua equipe sobre a possibilidade de investir um pouco de tempo em grupos.

Por fim, não se esqueça que marketing digital não se resume a Facebook

Seria infantilidade não entender a importância do Facebook nas mídias sociais e no marketing digital, mas você não deve basear toda a sua estratégia nisso.

Depender de apenas uma rede social é estar sujeito a mudanças de algoritmo, penalidade surpresa e até mesmo a queda de interesse dos usuários por aquela plataforma. O Facebook parece que veio para ficar, mas não seria a primeira vez que uma rede social some com o advento de uma muito mais forte.

Invista no Instagram, no Pinterest, Google Ads, e diversas outras ferramentas, se quiser fazer com que a sua empresa entre na órbita dos seus clientes.

Tem dúvidas sobre marketing digital? Não deixe de conversar com a Mercurio sobre a sua empresa Nós teremos prazer em te ajudar a pensar nas melhores soluções para o seu negócio, sem custo nenhum.